To top
21 fev

!!!!!! SERÁ QUE É VERDADE?!!!!!

Solucionamos de uma vez por todas 15 mitos de beleza para você não perder tempo, apostar no que realmente funciona e esquecer o que não faz o menor sentido. Acompanhe a nossa investigação

1. O cabelo se acostuma com o xampu depois de um tempo de uso?

Sim. “O cabelo fica saturado com os ativos dos xampus”, diz Ademir Jr, dermatologista de São Paulo. Por exemplo: um produto para fios danificados contém substâncias reconstrutoras que se depositam sobre a fibra capilar. Com um tempo longo de uso, esses componentes podem acabar impregnados no cabelo, deixando-o mais oleoso ou com a aparência de pesado. “Faça uma rotação com dois ou três xampus que tenham diferentes objetivos na mesma semana”, indica o médico.

2. Água com gás aumenta a celulite?

Não. Esse é um dilema antigo que ainda persiste. Saiba que o vilão da história não é o gás, mas, sim, o açúcar e o sódio contido nas bebidas com gás, principalmente o refrigerante – a versão gaseificada da água é inofensiva. “Enquanto o excesso de açúcar pode levar ao acúmulo de gordura nas células (por causa da elevação do nível de insulina no sangue), o de sódio retém água, causando inchaço – dois gatilhos importantes para o aparecimento da celulite”,explica Roberta Bibas, dermatologista do Rio de Janeiro.

3. Calça de cintura baixa dá barriga?

Em termos. Quem já tem um excesso de gordura localizada abaixo do umbigo pode ter a “pochete” ou os pneuzinhos laterais ressaltados ao usar frequentemente uma calça de cintura baixa muito justa. “A roupa comprime a região e, a longo prazo, deforma o tecido gorduroso, dando a impressão de barriga maior”, diz Claudia Nunes Machado, cirurgiã plástica de São Paulo. A saída é optar por um modelo que se acomode bem ao seu corpo, principalmente se você ainda estiver em busca daquela barriga tanquinho.

4. Sol seca espinha?

Em termos. Em um primeiro momento, sim, já que a radiação solar causa um ressecamento na pele, deixando aquela espinha que estava inflamada mais sequinha (o bronze também disfarça a acne). “Mas é uma situação passageira, pois logo há um efeito rebote: o sol acaba espessando a pele, o que deixa o folículo sebáceo obstruído e propicia a formação de novos comedões”, explica Maria Claudia Issa, dermatologista do Rio de Janeiro. Ou seja, tomar sol não é um bom recurso para controlar a oleosidade. Vale mais a pena recorrer a cosméticos específicos para esse tipo de pele.

5. Esmalte vermelho fortalece a unha?

Sim. Se elas estão saudáveis, o esmalte nessa cor não vai fazer diferença. Mas as frágeis são menos espessas e mais suscetíveis a agressões. “Aí, o esmalte vermelho ou um outro tom escuro forma um filme sobre a unha, protegendo-a”, fala Robertha Nakamura, dermatologista e chefe do Centro de Estudos da Unha da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro. Vale lembrar, entretanto, que é necessário deixar as unhas sem pintar por, pelo menos, um ou dois dias e hidratá-las nesse período com óleos vegetais. “Caso contrário, poderá haver a impregnação do esmalte vermelho nas camadas mais superficiais, deixando as unhas amareladas e opacas”, avisa.

6. Dormir com os fios molhados faz o cabelo cair?

Sim. É um efeito indireto, como explica Inaê Cavalcanti, dermatologista de São Paulo: “O couro cabeludo úmido facilita a proliferação de bactérias e fungos que aumentam a seborréia, ou seja, a caspa, e outros tipos de inflamação – problemas que podem, sim, provocar a queda de cabelo”, explica a médica. “Além disso, quando estão molhados, os fios ficam mais frágeis e, com o atrito no travesseiro, têm risco maior
de quebrarem”, acrescenta Ademir Jr.

7. Usar calcinha apertada escurece a virilha?

Sim. “Pode acontecer, principalmente em mulheres de pele morena e negra, os tipos mais sujeitos a pigmentação”, diz Marcelo Bellini, dermatologista de São Paulo. Por causa do atrito da calcinha apertada, há um espessamento da pele da região, o que gera o escurecimento. O ideal, então, é usar modelos mais folgados, de preferência sem costura nem elástico e confeccionados em tecidos que absorvem o suor.

8. Cruzar as pernas causa varizes?

Não. Essa forma de sentar não será determinante – como o problema é genético, melhor observar se a sua mãe apresenta o problema para saber se corre risco. Mas o hábito pode piorar o quadro de quem já tem veias calibrosas e dilatadas (não é o caso de mulheres com vasinhos). “A pressão de uma perna sobre a outra dificulta o retorno do sangue”, explica Marcelo Araújo, secretário-geral da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular, de Maceió.

9. Depilação no buço causa flacidez?


Em termos. Apesar de não haver trabalhos científicos que condenem o uso da cera, alguns médicos acreditam que o trauma, causado pelo puxão na hora de arrancar o pelo, danificaria as fibras de colágeno e elastina – estruturas que dão sustentação à pele. Outros associam a flacidez do buço ao envelhecimento natural do rosto – e aí tanto faz o método para se livrar dos pelos da área. O jeito é ser empírica e observar como o seu organismo reage à depilação com cera no buço. De concreto, os especialistas têm uma única certeza: “A cera, especialmente a quente, pode causar manchas”, fala Davi de Lacerda, dermatologista de São Paulo. Nesse caso, a depilação com linha é uma boa opção.

10. Usar cinta modela a cintura?

Não. “Apenas ajuda a manter uma postura melhor”, fala Roberta Bibas. Ela faz você se lembrar
de contrair o abdômen e encaixar os quadris, medidas indispensáveis para a silhueta parecer mais harmônica, sem gordurinhas sobrando. Mesmo assim, a recomendação atual dos médicos, fisioterapeutas e professores de educação física é de não adotar o acessório no dia a dia, mas apenas em ocasiões especiais, como uma festa. Isso porque cria-se uma dependência da cinta para ajustar a postura, enquantovocê deveria contrair (e exercitar) a musculatura do abdômen sozinha.

11. Tomar banho frio faz bem para a pele?

Não. Mas o contrário – tomar banho quente –, isso, sim, faz mal para a pele. “A água em temperatura elevada remove em excesso a gordura protetora”, explica Davi de Lacerda. Além de ressecamento, o hábito pode predispor a coceira e outros tipos de irritação. “Recomenda-se uma temperatura morna, em torno de 25 graus centígrados, que é bastante confortável”, completa.

12. Arrancar um fio de cabelo branco faz crescer o dobro?

Não. Os fios brancos são consequência do envelhecimento celular natural. “Eles perdem a cor quando a quantidade de melanina do folículo, predeterminada geneticamente, se extingue”, diz Inaê Cavalcanti. “Arrancar o fio branco não estimula o nascimento de outros iguais, mas enfraquece a matriz que o produz, podendo ocasionar perda irreversível de cabelo naquela área”, avisa. Em vez de acreditar nesse mito, é melhor controlar o stress e adotar uma alimentação rica em proteínas e vitaminas, medidas que adiam os primeiros fios brancos.

13. Raspar engrossa os pêlos?

Não. Os dermatologistas juram que a espessura do pelo é geneticamente determinada e não muda de acordo com o método de depilação. Mas a impressão de todas as mulheres é que os fios parecem mais grossos, sim! Uma possível explicação: “Ao cortar a ponta do pelo com a lâmina, deixamos o fio mais afiado. É isso que causa a sensação de que ele está mais grosso”, diz Roberta Bibas. “Em contrapartida, métodos de depilação que arrancam o pelo, como a cera ou a pinça, geram uma atro

Luciana Zanandrea

Luciana Zanandrea Pedrili, nascida em Ribeirão Preto. Apaixonada por fotografia, moda e beleza. Vivendo intensamente, sempre estudando e buscando a cada dia por mais assuntos relacionados ao universo feminino. Tudo isso para transmitir o melhor conteúdo aos leitores deste blog.

9 Comments

Leave a reply